Cristian Cravinhos, assassino dos pais de Suzane, deixa a prisão

A unidade informou que Cristian deixou o presídio por volta das 15h50 em um carro preto, acompanhado de sua advogada.

Cristian Cravinhos, um dos autores do assassinato dos pais de Suzane von Richthofen, deixou a penitenciária Doutor José Augusto Salgado, a P2 de Tremembé (SP), na tarde da quarta-feira (23). A Justiça autorizou que ele cumpra o restante de sua pena em regime aberto.

A Vara de Execuções Criminais de Taubaté é a responsável pela decisão, que beneficia Cristian Cravinhos, de 41 anos. Ele foi condenado a 38 anos e seis meses em regime fechado pela morte de Manfred e Marísia Richthofen, pais de Suzane von Richthofen. Em 2002, Suzane era namorada de Daniel Cravinhos, irmão de Cristian. O trio planejou e assassinou os pais dela.

A unidade informou que Cristian deixou o presídio por volta das 15h50 em um carro preto, acompanhado de sua advogada. A defesa não informou para onde Cristian irá após a saída do presídio.


De acordo com o G1, o jovem passou por um exame criminológico que foi concluído em março com parecer favorável e o pedido de regime aberto foi feito pela defesa de Cravinhos no começo deste ano. O Ministério Público solicitou um exame mais elaborado e o resultado também foi favorável à progressão de regime.

Em 2006, Suzane von Richthofen e os irmãos Daniel e Cristian Cravinhos de Paula e Silva foram submetidos a júri popular em 2006. Suzane foi condenada a 39 anos de reclusão em regime fechado e seis meses de detenção no semiaberto, além de multa; Daniel, a 39 anos e seis meses, no mesmo regime da ex-namorada.

☇COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.