Boliviana é estuprada e morta quando ia para a igreja na Grande São Paulo

Dora era solteira e tinha comentado com o irmão que estava gostando de um homem chamado Vinicius.

A boliviana Dora, de 22 anos, estava a caminho da igreja, quando desapareceu. Ela foi encontrada morta no meio de um matagal, em Itapevi, na Grande São Paulo. Há um ano, ela veio ao Brasil para tratar de uma doença, sofria de epilepsia. 

Ela desapareceu no sábado e o corpo, com sinais de abuso sexual, foi encontrado no domingo. Dora era solteira e tinha comentado com o irmão que estava gostando de um homem chamado Vinicius, mas ninguém o conhecia. Agora, a polícia tenta encontrar esse homem para prestar depoimento.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Publicidade
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.