Padrasto mata enteado a pedido da mãe e deixa corpo da vítima dentro de caixa de papelão

Renato Carvalho Lima de 20 anos confessou que matou a vítima enforcada com um lençol.

Neste último domingo (21) a mãe e o padrasto do menino de 09 anos foram presos acusados de enforcar a criança até a morte dentro de casa no setor Nunes de Morais em Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, o padrasto identificado como Renato Carvalho Lima de 20 anos confessou que matou a vítima enforcada com um lençol a pedido da mãe da criança Jeannie da Silva Oliveira de 27 anos. 

O crime aconteceu na última sexta-feira (19) e após o homicídio o padrasto colocou o corpo em uma caixa de papelão e deixou em um matagal próximo a uma residência. Já no domingo o casal procurou o Grupo Antissequestro da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) na Cidade Jardim para registrar o desaparecimento da criança. 

A mãe do menino teria relatado que seu filho havia sido sequestrado por quatro homens quando ele estava com o padrasto e que os supostos sequestradores estavam pedindo dinheiro por causa de uma dívida de R$ 1,6 mil de seu companheiro. 


Ela disse ainda que teria juntado metade do valor e como os bandidos não entraram em contato, ela foi até a polícia. Ainda segundo a Polícia Civil, o casal entrou em contradição e o jovem acabou confessando que cometeu o crime a pedido da companheira. 


“Ela queria que eu desse um jeito, porque estava cansada dele”, relata o acusado durante depoimento. Ambos foram presos e permanecem à disposição da justiça. 


*Com informações do site - Plantão Policial

☇COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.