Morre em São Paulo a ex-primeira-dama do Brasil, Marisa Letícia

Marisa, assim como Lula, era alvo de uma investigação iniciada pelo Ministério Público Federal.

A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), anunciou no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, o falecimento da ex-primeira-dama do Brasil, Marisa Letícia Lula da Silva, 66 anos. Imediatamente, a sessão de votação para a escolha do novo presidente da Casa, foi suspensa para uma homenagem de um minuto de silêncio. 

Marisa Letícia estava internada há 10 dias no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Durante esse período, ela permaneceu sob coma induzido. Nas últimas 24 horas a equipe médica que a assistia concluiu que seu estado era irreversível. 

Na Câmara dos Deputados, a homenagem a dona Marisa, foi rápida e discreta. Apenas a deputada Benedita da Silva falou sobre o papel que a ex-primeira-dama exerceu durante o mandato do marido, o ex-presidente Lula. A parlamentar informou, ainda, que a família de Marisa autorizou a doação de seus órgãos. 


Marisa, assim como Lula, era alvo de uma investigação iniciada pelo Ministério Público Federal (MPF) e, recentemente, concluída pela Polícia Federal (PF), que tratou da denúncia de benefícios ilegais recebidos pelo casal e seus filhos por meio de imóveis doados pelas contrutoras OAS e Odebrecht, entre eles, um sítio em Atibaia (SP).

Por Fernando Ribeiro

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Publicidade
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.