Menina vive com o coração fora do peito há seis anos

A doença congênita da menina tem nome: pentalogia de Cantrell.

Quando a pequena Virsaviya Borun nasceu, a família sabia que ela era preciosa. Isso porque a menina veio ao mundo com o coração e o intestino para fora do peito e do abdômen, respectivamente. As chances disso ocorrer — e da pessoa sobreviver — é de 1 a cada 5,5 milhões.

“Quando estava grávida, o médico disse que ela não iria sobreviver”, contou a mãe, Dari Borun, à NBC Miami. Seis anos depois, Virsaviya continua viva e faz praticamente as mesmas atividades que uma criança normal, como dançar e frequentar aulas de arte.

A doença congênita da menina tem nome: pentalogia de Cantrell. Isso ocorre por um defeito no desenvolvimento de algumas partes do corpo, como o diafragma e o esterno. Virsaviya não pode fazer cirurgia porque, segundo os médicos, ela tem pressão alta. A garota vai passar por novos exames daqui a dois anos para ver avaliar se pode ser operada.


Por causa da condição, a menina teve que se mudar da Rússia para a Flórida, Estados Unidos, pois não pode viver em baixas temperaturas. “Eu sei por que tenho o coração fora do peito. Porque Jesus quer mostrar que pode fazer coisas especiais, como eu”, explica a garota.

Leia outras notícias na nossa página inicial, clique ~> www.portaldm.net

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Publicidade
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.