Grávida perde o bebê após sofrer agressão do companheiro, em Solonópole

A equipe da Polícia Militar, com apoio da Guarda Municipal, seguiu até a localidade rural e prendeu o agressor.


Um caso de violência domestica registrado na noite deste último domingo (19) levou uma agricultora de 31 anos a abortar. Conforme informações da Polícia Militar o fato ocorreu na residência da vítima, no Sítio Riacho do Pontal de Assunção, na zona rural de Solonópole (a 275Km de Fortaleza).

A agricultora foi socorrida por uma vizinha ao Hospital e Maternidade Maria Suelly Nogueira Pinheiro, nesta cidade. Foi a vizinha quem informou ao vigilante do hospital sobre a agressão sofrida pela amiga. O companheiro dela, de 23 anos, foi apontado como autor das agressões. Em razão da violência a agricultora acabou abortando.

A equipe da Polícia Militar, com apoio da Guarda Municipal, seguiu até a localidade rural e prendeu o agressor. Ele foi conduzido à Delegacia Regional da Polícia Civil em Senador Pompeu, onde foi autuado em flagrante delito.


(Informações - Diário Sertão Central)

O delegado regional, Jeferson Custódio informou que o infrator alegou que estava embriagado e passou a discutir com a companheira. Mesmo assim foi autuado por lesão corporal gravíssima e homicídio qualificado. A vítima estava grávida de 2 meses.

Leia outras notícias na nossa página inicial, clique ~> www.portaldm.net

☇COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.