Jovem ganha R$10 mil após processar amigo que a difamou no Whatsapp

O processo tramitou no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Uma jovem de 21 anos ganhou indenização de R$ 10 mil após ter processado um amigo, de 28, após que teria espalhados boatos sobre ela em uma conversa de grupo no WhatsApp. 

Depois fazer o levantamento de áudios e mensagens do aplicativo, o desembargador Silvério da Silva afirmou que o amigo "abalou a honra" da jovem - que preferiu não ser identificada. O processo tramitou no Tribunal de Justiça de São Paulo.

"As mensagens chegaram a conhecimento de todos os círculos sociais da autora; e que observaram, pessoalmente ou por meio de outras pessoas, que a autora deixou de ir à faculdade e de sair de casa, após o abalo sofrido por ter sabido das mensagens difamatórias", aponta relatório do TJ.

No grupo, composto com 27 homens, o amigo disse que tinha tirado a virgindade da menina. "A gente nunca ficou e ele nunca demonstrou segundas intenções", declarou.


Segundo o UOL, a jovem contou que entrou em contato com familiares para contar o que o rapaz havia feito, mas a mãe falou que não "podia fazer nada".

"Eu não queria o dinheiro. Ele tinha que ser punido", afirma. O advogado da vítima, Alexis Claudio Muñoz Palma, declarou que está processando o jovem criminalmente. "Certamente ele será punido", afirma.

☇COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM AMIGOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. USE COM RESPONSABILIDADE.